segunda-feira, 25 de março de 2013

En el cielo...

           Rotineiramente, penso que seja no país que for os jornais sempre abordam as mesmas notícias viciadas e manjadas, porém na busca de algo novo é que achei uma matéria bem interessante sobre os lugares que tem o céu mais lindo de ser observado a noite...
             A UNESCO e a Organização Mundial de Turismo criaram o projeto Starligth.  Ele contempla os lugares, com uma espécie de certificado, que reúnem as melhores vistas noturnas já vistas em todo o planeta. E a maioria deles fica na Europa, em especial na Espanha, são paisagens lindíssimas e parecem até surreais.  Segundo o Jornal Espanhol El País:
         "Una Reserva Starlight es 'un espacio en donde se establece un compromiso por la defensa de la calidad del cielo nocturno y de los diferentes valores asociados, ya sean culturales, científicos, astronómicos, paisajísticos o naturales'."

Confira algumas imagens desses lugares escolhidos pelo projeito STARLIGHT.
Nuestra galaxia desde Las Cañadas del Teide (Tenerife, España). / Juan Carlos Casado

Constelaciones de verano en Monfragüe (Cáceres), desde el castillo. / Juan Carlos Casado /Twanight.org 
La Vía Láctea en la isla canaria de La Palma / Sebastian Johnke / Twanight.org


   Para ver a reportagem completa e outros lugares além desse acesse esse link: http://blogs.elpais.com/viajero-astuto/2012/05/los-mejores-sitios-para-ver-estrellas-.html

Fonte: El país , Espanha.

domingo, 24 de março de 2013

Metade ♫

Adoro essa música!
Música em forma de poesia. Linda! *-*




sábado, 23 de março de 2013

Indispensáveis V

     Bom, já que a Kelem seguiu minhas postagens sobre livros que na nossa concepção são indispensáveis, vou falar sobre um livro que eu amo, e milhares de pessoas compartilham da mesma paixão: Orgulho e Preconceito (suspiros) rsrsrs.

       Jane Austen é britânica, e é indiscutível o talento que esse povo tem pra escrita! Desde o modernismo, até  a geração de Harry Potter. Em se tratando de romance, não tem pra ninguém. São verdadeiras histórias, clássicas, sem apelações, que envolvem apenas com diálogos incríveis. Orgulho e Preconceito, é um dos maiores títulos da Jane Austen e um dos meus livros preferidos de todos os tempos. Assim como O Morro dos Ventos Uivantes, não é clichê, e não sabemos o que esperar até terminar a leitura. Sendo o livro de época, a linguagem é bastante formal, mas não de difícil entendimento e cansativa, ao contrário, é o que dá o charme a escrita e faz com que ficamos encantados do início ao fim. Eu particularmente gosto de romances assim.
          Orgulho e Preconceito, é lindo em todos os sentidos. Vale muito a pena ler! 
        Chegou a virar minissérie, em 1995 e foi adaptado pro cinema, em 2005, o filme é ótimo e faz jus ao livro...

              
   ps: E quem não gostaria de um Mr. Darcy, não é mesmo?! 

Os impostos e suas reais aplicações

Qualquer mudança social tem que partir da escola.
"É mais que direito de todo cidadão saber para que está contribuindo para o Estado..."

         Algumas escolas de ensino fundamental e médio de Santa Maria já trabalham com projetos que abordam a temática tributária. É o caso do Programa Municipal de Educação Fiscal, aprovado em 2002, através da lei nº 11.930/03, que tem como intuito a conscientização de jovens e crianças de que todos os serviços que utilizamos, inclusive os chamados “públicos”, somos nós que pagamos. A partir dessa concepção os professores procuram orientar aos alunos sobre a aplicação dos tributos, que retornam para as comunidades através de melhorias.
       O projeto que completou 10 anos abrange crianças da primeira à oitava série, e também do ensino médio. Sendo um dos pioneiros na cidade, a Escola Vicente Farencena, no bairro Camobi é parceira nessa iniciativa. Segundo Beatriz Vissotto, coordenadora do Projeto na escola: - “O trabalho iniciou-se com historinhas e jogos lúdicos, que além de incentivar o jovem a pensar, também o estimula a analisar as questões dos tributos fiscais, porém hoje o projeto tem muita resistência de alguns educadores o que impossibilita de seguir suas atividades.” Ela ressalta ainda que, “Qualquer mudança social tem que partir da escola”.
Crianças da Escola Vicente Farencena trabalhndo em sala de aula com as cartilhas
        O que muitos professores alegam é não ter preparo para falar sobre essas questões para seus alunos, porém a Receita Federal disponibiliza o curso de Disseminador, no qual Beatriz é a tutora aqui na unidade de Santa Maria, o curso é gratuito e aberto a comunidade que tiver interessada em ampliar seus conhecimentos na área de tributos fiscais.
       Para complementar os trabalhos em sala de aula, foi elaborada uma Cartilha pelos alunos da escola, onde foram desenvolvidas atividades e almanaques para que facilitasse o entendimento do tema. Para tornar mais atrativo, e despertar o interesse das crianças, vários concursos culturais foram feitos como, por exemplo, a escolha do mascote, slogan do projeto, e a realização de exercícios que integrariam a cartilha. Outros livros didáticos e até o próprio site da Receita Federal são fontes utilizadas pelos educadores para trabalhar em sala de aula.
     Esse tipo de trabalho é de fundamental importância, porque além do ensino tradicional, busca educar e formar o pequeno cidadão, capacitado-o a exercer o seu papel no contexto social.

Matéria escrita para a disciplina de Técnicas de Redação e  Apuração Jornalística

sexta-feira, 22 de março de 2013

Indispensáveis IV

     Continuando a série de postagens, iniciada pela Laura ainda no ano passado, sobre livros e sobre a importância da leitura. A indicação de hoje é Morro dos Ventos Uivantes de Emily Brontë...

        Primeiro eu tenho que agradecer a Laura por ter me apresentado esse livro maravilhoso. Ganhei ele de aniversário (novembro) e com a correria não tinha tido tempo de pegá-lo para ler. A história é muito surpreendente, eu diria que ela sai dos padrões dos romances a que estamos acostumados. Aquela mesmice de casais bobos que se conhecem e são separados no meio do livro, mas no fim vivem felizes para sempre. Não.
        Essa história é desafiante do começo ao fim. Encanta a quem quer que seja, até eu que prefiro romances épicos e quase sempre ligados a cultura gaúcha. Esse livro me chamou a atenção por ser de um romance impossível, e me ensinou muito. Por mais que Heathcliff tenha feito de tudo por Catherine não era para os dois ficarem juntos, ou era? Essa é uma incógnita que persiste em mim até hoje, depois de já ter lido o livro. De um lado ele lutou de todas as formas para ficar com ela, porém não conseguiu em vida desfrutar de sua companhia. Porém, em outras vidas eles podem ter se encontrado, ou será que a "maldição" atormentou os dois, além daquilo. Essa obra me chamou muito a atenção nas suas descrições, pois tem a capacidade de despertar o nosso imaginário. Nos faz imaginar as cenas, os lugares e os personagens, os cheiros, o vento dos morros. Um livro que nos faz sentir.
     É por isso que livros e comentários sobre eles são muito relativos, cada um entende da sua maneira, avalia do seu jeito. Aliás não tenho autoridade nenhuma para avaliar uma obra grandiosíssima como essa, apenas posso dizer que foi um dos melhores livros que já ali. Mesmo sendo um romance atormentado, cheio de tragédias e desgraças, nos desperta o interesse, a curiosidade pelo que irá acontecer no desfecho do livro. E isso não contarei, pois quem ainda não leu precisa sim desse livro para sua 'listinha de leituras'.  Aqui embaixo está uma árvore genealógica da família Earnshaw e Linton e seus descendentes caso alguém tenha dificuldade para entender os personagens. Boa leitura!


quinta-feira, 21 de março de 2013

Respeite as diferenças!

21 de março, Dia Mundial da Síndrome de Down! 

                

SER DIFERENTE, É NORMAL! :)


quarta-feira, 20 de março de 2013

Outono, bem-vindo!




"O outono é a única estação civilizada. A primavera é um descontrole glandular da Natureza. O inverno é o preço que a gente paga para ter o outono, e por isso está perdoado. O verão é uma indignidade." 


Em Algum Lugar do Paraíso - 
Luis Fernando Verissimo 

Uns acham o outono triste. Eu adoro o outono! É a estação mais equilibrada e tranquila. :)
Um ótimo outono à todos!

domingo, 17 de março de 2013

Quero sim...

              Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras, alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho.
              Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons sentimentos que a vida lhe proporciona, que dê valor ao que realmente importa...
               E que esse alguém me peça para que eu nunca mude, para que eu nunca cresça, para que eu seja sempre eu mesmo.
               Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão... que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades a às pessoas, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim...e que valeu a pena.
               Queria poder crer, que você não está tão inatingível, quanto ao sol, mas sim, que você entraria em minha vida, brilhando e aquecendo o meu coração.

 Mario Quintana

terça-feira, 5 de março de 2013

Elas


   

    Está se aproximando o Dia Internacional da Mulher - apesar de que isso é apenas um simbolismo, já que  todos os dias é afinal o nosso dia! 
   Bom, a questão é que gostei muito da matéria feita pela Estante Virtual em homenagem às escritoras que se tornaram grandes nomes da literatura mundial. Cada qual da sua maneira transformaram o cenário da escrita em algo mais interessante e inovador, dando uma nova roupagem as histórias de suas épocas. Fiquei feliz ao ver minhas preferidas aí: J. K. Rowling (Harry Potter), Jane Austen (Orgulho e Preconceito), Virginia Woolf (Mrs Dalloway), Cecília Meireles (Menina Bonita do Laço de Fita; Ou Isto ou Aquilo - quem não leu!).
   
     ~~~> Clique aqui e veja a matéria especial!!! :D

   

**
Apesar de "O Morro dos Ventos Uivantes" ser o maior clássico de todos os tempos, sua autora Emily Brontë, não teve oportunidade de mostrar mais do seu talento. Esse foi seu único romance e ela mal soube da extensão da fama. Morreu jovem, com 30 anos, de tuberculose, um ano após o livro ser publicado. Uma pena que o título faça muito mais sucesso que sua autora. Mesmo não estando entre as citadas, merece destaque, pois tocou muitos corações com o seu enredo. *-*



  Boas leituras para vocês! ♥
 

domingo, 3 de março de 2013

Entendendo o Gato Risonho

  Alice queria saber qual caminho deveria seguir.
O gato respondeu que depende do lugar onde quer ir. Se não sabe para onde ir, qualquer caminho serve!



   
   Nem todo o caminho é o adequado. Raramente o caminho mais fácil é o certo. Muitas vezes o caminho escolhido não tem volta.
  Por isso é importante saber para onde quer ir. Mas, não esqueça de por em prática os meios para chegar lá!


  Ótima semana à todos!

Vai...