sábado, 26 de maio de 2012

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Apenas inquietações

         Como reagir diante de tanta coisa? Tropeços, decepções, livros, poucas horas de sono, livros, provas, livros... Na verdade quando dizemos que gostamos de fazer alguma coisa é sempre porque fazemos esse algo por livre e espontânea vontade e não por pressão. Conviver com pessoas que antes eram indispensáveis, hoje não passam de simples conhecidos. Ver tantas injustiças acontecendo e nos sentirmos incapazes de ajudar para que isso se reverta. Chega fim de semana e nem acredito, é tanta coisa na cabeça que não assimilo mais o tempo cronológico, acredito que há semanas ruim e outras boas. Prefiro acreditar que a vida é divida em ciclos, dias ruins estão aí, mas logo os bons virão. É para eles que temos que estar preparados, talvez seja perca de tempo ficar se atendo a isso, pois deixamos aos poucos de nos preocuparmos com o necessário. Ainda acho totalmente necessário esse tipo de reflexão, aliás é para pensarmos sobre nossas atitudes que estamos aqui.

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Algumas conclusões...

      Todos nós estamos acompanhando a crise de greve que atingiu esse país nos últimos dias. É greve nas Universidades Federais, em alguns estados greve dos metrôs, greve dos ônibus e por aí vai! Será a greve uma medida justa a ser tomada? Bom, antes de mais nada, tudo isso que está ocorrendo é o reflexo da desordem que assola o Brasil, do descaso com a opinião pública e de investimentos mal feitos. Todos os grevistas lutam por melhores condições trabalhistas e reajuste salarial.
            Falo como estudante de Universidade Federal que um milhão de estudantes estão sem aulas em todo o país. Por um lado tem os alunos, que perdem aula, perdem conteúdo e se essa greve se estender, perderemos também o semestre, ganharemos aula em Janeiro e se 'bobiar' Fevereiro também! Por outro lado tem os professores que reivindicam o que são deles por direito, faz tempo que essa classe é desvalorizada e desde sempre a educação esteve em último plano. Talvez a greve não seja a melhor saída, pois as maiores vítimas serão nós, alunos, que não temos nada a ver com isso. Mas, de repente essa é a melhor atitude a ser tomada, pois mostra que não estamos "De olhos bem fechados" para o que está ocorrendo a nossa volta e muito menos conformados com a infra-estrutura e obras lentas de certas faculdades, além de ser uma forma de mostrar que o que anunciam sobre a educação no país, que ela cresce de vento em polpa, não passa de propaganda enganosa, exibicionismo pra quem não conhece o funcionamento do Brasil.
              É confuso, sim! É difícil termos uma opinião formada diante de tantos fatos, mas o que se percebe é que em pleno século XXI, em 2012 precisamente, ainda a forma que a população encontra para ser melhor valorizada é parando de realizar suas respectivas atividades e assim deixar um caos no país. Pressionar as autoridades e mostrar como fica o Brasil com vários setores em recesso, por incrível que pareça é uma forma que muitas vezes funciona! Será possível que um dia possamos não usar mais desse artifício para conseguir o que se realmente quer?
            Não adianta investimentos em esporte, trazer Olimpíadas e Copa pro Brasil, construir estádios, onde serão gastos bilhões e isso tudo para gerar boas impressões em quem vem de fora do país. Nada disso vai elevar nosso país a "primeiro mundo", pode ser até que na época das competições esportivas, os olhos se voltem pra cá e talvez sejamos elogiados e tudo, mas será passageiro. Cada um que veio prestigiar os jogos, vai voltar pro seu país desenvolvido e seguir vivendo a sua vida como sempre. E nós vamos ficar aqui com estádios e dívidas grandiosas que não irão beneficiar em nada a população. Agora, se há uma única coisa que vai com certeza mudar o Brasil e desenvolvê-lo de uma forma geral, essa é a EDUCAÇÃO! Ninguém nos tira o que aprendemos. Ninguém muda nosso caráter depois de formado. Ninguém rouba nosso conhecimento e não ficamos mais burros ou menos inteligentes por dividi-los com alguém. Quando a educação vier em primeiro lugar, saúde, segurança, emprego, moradia e consciência ecológica também vai passar a vir. Se fosse investido em educação tudo o que é investido em obras que mais tarde pouco servirão e os absurdos que pagam para os políticos não fazerem nada, acreditem, o Brasil seria um país muito melhor de se viver.



Obrigada por lerem nosso blog e continuem nos acompanhando. Beijos! :*

domingo, 20 de maio de 2012

De repente tudo diferente...

                Como a vida da gente é marcada por "estranhezas". É sei que essa palavra não existe, é um neologismo que criei para designar tudo que acontece em nossas vidas. Amigos que antes inseparáveis, hoje não os reconhecemos mais, pessoas que faziam parte do nosso dia-a-dia, aquelas que jamais imaginaríamos longe de nós, hoje resta apenas lembranças vagas e alegres. A vida vai passando e tudo muda, mas parece que nós continuamos os mesmos, porém as pessoas que nos rodeiam não são mais as mesmas, os cenários mudam, as histórias mudam, apenas nós continuamos os mesmos. Ultimamente tenho me perguntando porque tudo teve que mudar? Quando nos ajeitamos e tudo fica numa boa, vem a vida e muda completamente tudo. Posso parecer confusa em minhas palavras, mas os sentimentos são claros. Sou eternamente grata por tudo que sou hoje, por tudo que faço, e pelas maravilhosas oportunidades que tive já nesses primeiros meses de vida nova. A fase de adaptação para uns é a mais dolorosa, não gosto dessa palavra então classifico-a de instigante. É fazer novas amizades, morar em um lugar diferente, é legal, tem aquela adrenalina, um dia diferente do outro. Mas quando a rotina teima em reinar, é aí que a saudade começa a bater. E começamos nos questionar eu amava tanto a minha outra cidade, as minhas amizades, a minha vida era tão boa, e agora me vejo em outra situação completamente diferente. Retornar a nossa casa, a nossa cidade natal, ao mesmo tempo que nos traz aquele conforto, nos traz aquela vontade de ficar aqui para sempre. Aquela vontade boba de ser "Peter pan" e de não crescer, continuar tendo 15 anos e vivendo a vidinha de Ensino Médio. Era tão bom ué, e eu gostava tanto. Como a lei da vida manda que todos nós temos que crescer um dia, aqui vai apenas algumas palavras de alguém que está no meio desse caminho  longo que ainda está por vir. Sei que essas não foram as primeiras decepções e nem serão as últimas, assim como as alegrias, as vitórias e as conquistas estão bem na minha frente, só basta seguir com FIRMEZA.Essa palavra me lembra, a frase de Maneco Terra, importante personagem de O tempo e o Vento que diz:

Devagar, mas FIRME!
**A todos os leitores do blog um beijo no coração e continuem sempre nos acompanhando!

sábado, 19 de maio de 2012

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Racismo, Evolução e "Vão procurar o que fazer!" rsrsrs

   Antes de mais nada, eu sou fã dessa mulher! Se a gente fosse ver o que ela fala teríamos que postar todos os vídeos dela aqui! Já postei um sobre o carnaval e esse é outro que eu posto:



Beijão!

domingo, 13 de maio de 2012

Dia das Mães!


Ela tem a capacidade de ouvir o silêncio.
Adivinhar sentimentos.
Encontrar a palavra certa nos momentos incertos.
Nos fortalecer quando tudo ao nosso redor parece ruir.
Sabedoria emprestada dos deuses para nos proteger e amparar.

Sua existência é em si um ato de amor.
Gerar, cuidar, nutrir.
Amar, amar, amar...
Amar com um amor incondicional que nada espera em troca.
Afeto desmedido e incontido, Mãe é um ser infinito.

(Trecho do livro Minha mãe, meu mundo)
Anderson Cavalcante



"Time After Time" (Cyndi Lauper) - O Tempo Todo

Deitada na minha cama,

Ouço o tique-taque do relógio e penso em você
Presa em círculos,
confusão não é novidade
Lembranças de noites quentes, ficaram para trás
Como uma mala de memórias
Tempos passados

Às vezes você me imaginava
Eu estou andando bem à sua frente
Você está chamando por mim,
Eu não consigo ouvir o que você dizia!
Então você me pedia: "Vá com calma, estou ficando para trás"
O ponteiro dos segundos vai pra trás

(Refrão)
Se você estiver perdido, olhe ao redor
e vai me encontrar o tempo todo
Se você cair, eu vou te segurar
Eu estarei esperando o tempo todo
Se você estiver perdido, olhe ao redor
E vai me encontrar o tempo todo
Se você cair, eu vou te segurar
Eu estarei esperando o tempo todo.

Depois, minha imagem some,
E a escuridão começa a ficar cinza.
Observando pelas janelas,
Você quer saber se estou bem
Segredos roubados de lá do fundo
Meu coração bate descompassado.

Feliz Dia das Mães para todas as mães, em especial para a minha mãe e a da Kelem! *-*

sábado, 12 de maio de 2012

Um dia me disseram que as nuvens não eram de algodão... ♪

"Numa jornada nunca se detenha à meditar na distância que tem para caminhar, mas no lugar onde precisa chegar." Alves Nogueira

"É triste pensar que a natureza fala e que o gênero humano não a ouve." Victor Hugo
 

"Se não houver frutos, valeu a beleza das flores, se não houver flores, valeu a sombra das folhas, se não houver folhas, valeu a intenção da semente." Henfil

"Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não havia pobreza no mundo e ninguém morreria de fome."  Mahatma Gandhi

"A natureza nunca nos engana; somos sempre nós que nos enganamos." Jean Jaques Rousseau


"Não mais temas o calor do sol. Nem as iras do inverno furioso." Virginia Woolf

"Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma." Antoine Lavoisier 


Fotos: saída de campo de Geologia (turma do bacharelado) - em São Gabriel e Caçapava do Sul / RS.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Olhares...

            Fazia algum tempo que eu não postava nada, e o pior de tudo é que não ando sem inspiração, mas ando sem tempo. Ando cansada e tenho que ler muito, muito mesmo. Mas estou adorando minha vida Santamariense, meus amigos, meu trabalho, minha aula, tudo já faz parte do meu dia-a-dia...


         Olhares, visões de mundo, ideologias, seguimentos. Não sei não mas já não me sinto mais a mesma pessoa depois de ler livros e mais livros de Sociologia da Comunicação, estudar Teorias e métodos de pesquisa, estudar sobre a Evolução da Comunicação, sério não penso mais linearmente. Sinto saudade do tempo em que a minha preocupação era ler livros de Literatura Brasileira e ainda tinha a audácia de dizer que eram ruins. Mas não venho fazer queixas dos livros que tenho para ler, porque de certa forma qualquer livro sempre será bom. Aqui no blog estamos sempre incentivando a leitura, e essa busca pelo conhecimento. Agora ainda é muito cedo, estou no primeiro semestre recém, mas pode que tudo seja útil ao meu futuro jornalístico, olha espero que seja mesmo. Quando digo que não posso ver letras na minha frente, até parece engraçado, e a minha forma de descanso, acredite, é escrevendo. Se todas as pessoas que tem dificuldade em expressar seus sentimentos e de se comunicar, escrevesse, o mundo seria outro. Se cada vez que tivéssemos irritados, ou muito frustrados, ou até mesmo muito felizes, colocássemos tudo isso no papel, talvez teríamos menos índices de pessoas com depressão, ou dependente de fortes remédios. 
             Escrever é uma terapia, mas ela só passa a ter esse valor na hora em que deixamos para trás, regras, e escrevemos apenas o que vem em nossa mente. Isso que relato faz toda a diferença na minha vida, pode até parecer bobagem, mas eu ainda tenho um diário, é um diário. Toda a vez que sinto necessidade de escrever, quando não encontro gestos nem explicações para o que sinto, pego uma caneta e simplesmente escrevo. Ainda quero um dia poder escrever um livro falando sobre coisas boas que ainda restam nesse planeta, nem que eu tenha que revirar o mundo atrás de alguma notícia boa. E olha que acho!


Ótima semana!

domingo, 6 de maio de 2012

Boas Vindas!

Maio, já está aí... Passou rápido o tempo! E quando menos esperarmos já é metade do ano...

Não sei, mas esse mês parece que pede música lenta e poema. Então, aí vai...

*-*


♪"... Pode ser cruel a eternidadeEu ando em frente por sentir vontade..."

"... Pode ser a eternidade má
Caminho em frente pra sentir saudade..."♪



Maio maduro Maio
Quem te pintou
Quem te quebrou o encanto
Nunca te amou
Raiava o Sol já no Sul
E uma falua vinha
Lá de Istambul
Sempre depois da sesta
Chamando as flores
Era o dia da festa
Maio de amores
Era o dia de cantar
E uma falua andava
Ao longe a varar
Maio com meu amigo
Quem dera já
Sempre depois do trigo
Se cantará
Qu'importa a fúria do mar
Que a voz não te esmoreça
Vamos lutar
Numa rua comprida
El-rei pastor
Vende o soro da vida
Que mata a dor
Venham ver, Maio nasceu
Que a voz não te esmoreça
A turba rompeu

José Afonso

 

terça-feira, 1 de maio de 2012

Um pouco de música...

             Em meio ao feriado venho postar sobre música, não sou expert no assunto,  nem tampouco conheço muitas bandas, mas posso assegurar que a música faz parte sim da nossa vida. Quantos momentos bons ficam eternizados em alguma música? Um lugar, uma pessoa, um riso, uma lágrima. Sim a música desperta tudo isso. Como fazemos de costume aqui no blog postar alguma música em inglês e traduzi-la, assim farei.

            **Antes eu queria fazer um breve comentário sobre o feriado. Feriado sempre é bom, principalmente para estudantes, como eu no caso, que moram longe, pois é sinônimo de aconchego. É quando viemos para nossa casa e revemos nossos pais, amigos, parentes. A sensação de retornarmos ao nosso lar é imensurável, e a cada momento que passa não temos vontade de retornarmos a nossa vida cotidiana. Mas como diz a música de Jack Johnson: "Este mundo continua girando e não há tempo a desperdiçar...

De Cabeça Para Baixo

Quem vai dizer
O que é impossível?
Bem eles esqueceram
Que este mundo continua girando
E a cada novo dia
Eu posso sentir uma mudança em tudo
E enquanto a superfície quebra, reflexos enfraquecem
Mas de algum modo eles permanecem os mesmos
E à medida que minha mente começa a abrir suas asas,
Não há limites para a curiosidade


Eu quero virar a coisa toda de cabeça para baixo
Eu vou encontrar as coisas que eles dizem que não podem ser encontradas
Eu compartilharei este amor que eu encontro com todo mundo
Nós cantaremos e dançaremos às canções da mãe natureza
Eu não quero que este sentimento vá embora


Quem vai dizer que eu não posso fazer tudo
Bem eu posso tentar, e enquanto eu giro eu começo a descobrir
As coisas nem sempre são como parecem


Eu quero virar a coisa toda de cabeça para baixo
Eu vou encontrar as coisas que eles dizem que não podem ser encontradas
Eu compartilharei este amor que eu encontro com todo mundo
Nós cantaremos e dançaremos às canções de mãe natureza


Este mundo continua girando
E não há tempo a desperdiçar
Bem tudo continua girando girando
em círculos e de ponta cabeça
Quem vai dizer o que é impossível e não pode ser encontrado?
Eu não quero que este sentimento vá embora



Por favor não vá embora 
É assim que deve ser...