segunda-feira, 30 de abril de 2012

Perdas e ganhos

  

              Estou lendo um livro da Lya Luft chamado Perdas e Ganhos, e por incrível que pareça entre ontem e hoje, já perdi e ganhei muita coisa! Hoje, segunda-feira sem aulas e feriado amanhã, eu me encontro em São Gabriel. Sim, não fui pra Alegrete! Tarde bonita aqui, apesar do frio, um sol tímido dá o ar da graça...
             Ontem fui pra Bagé com a faculdade, realizar uma prova "Jovens Taletos para a Ciência", saímos de manhã cedo, e chegamos lá 10:30h por aí. A prova começava 13h e vinhamos embora pra São Gabriel 18h, pretendia ir pra casa de noite, no último ônibus pra Alegrete. Mas, como às vezes as coisas não saem como a gente quer ou planeja, e a única coisa que resta fazer é se conformar, porque por mais que tentamos, temos que ser realistas de que em certos momentos não tem o que se fazer. Acabou que não deu tempo de ir, pois atrasou a saída de Bagé e eu prefiro nem comentar quem foi o responsável por essa façanha, quem deveria dar exemplo na verdade.
            Bom, mas como eu disse, tive perdas, fiquei aqui em São Gabriel sozinha em casa, pois as gurias que moram comigo foram viajar, nos fundos mora a dona da casa, então totalmente só eu não me encontro, mas que eu queria estar em casa, isso eu queria! Quando eu cheguei, liguei pra minha mãe, pra dizer que eu não ia mais e que só tinha ônibus hoje de noitinha, o que não valeria a pena ir, pois terça só tem passagem de manhã. ¬¬' Mas, nem sempre o que a gente perde, não pode vir em dose melhor depois, o que faz acabarmos ganhando.
           A última vez que vi a maioria dos meus colegas foi na formatura, em Janeiro, e ontem pra minha surpresa encontro a Dani e o Marcel, meus colegas desde a 8º série, lá em Bagé, ambos estudando na Unipampa, uma em Alegrete e o outro em Jaguarão e os dois felizes com seus cursos, Engenharia de Telecomunicações e História, respectivamente. Fiquei feliz em vê-los, fiquei feliz em saber que estão gostando da nova fase da vida. Isso já fez a ida em Bagé valer a pena, pude conversar um pouquinho com cada um e até bolar uma junçãozinha da turma lá em Alegrete!
              Nessa quinta, tenho prova de Física de manhã e saída de campo de Geologia em Caçapava do Sul, de tarde, e pra alegria maior sexta-feira não tenho aula de Química. O que vai me proporcionar ir pra Alegrete quinta de noite e voltar segunda de manhã pra minha aula prática de Biologia Celular de tarde. Tô com saudade de casa, sim e poderia ir hoje, mas tenho que estudar e se eu for... Bom, nem toco em cadernos! E ainda mais Física, que vai ser meu prego no sapato nesse semestre (rsrsrsrs). Química, tô achando tão bom! Saí bem, minha média é 8! \õ/
              Então, como vocês podem ver, tem males que vem pra bem! A ida em Bagé pode não ter sido boa por um lado, a prova não era das mais fáceis e achamos injusto ter questões diferentes em uma prova a nível Federal, pois o que é fácil ou difícil pra mim pode ser o oposto pra outro colega, além de que o teu nome estava em todas as folhas, como se tivessem escolhido as questões pra colocar na prova de cada um. E eu acabei perdendo o meu ônibus... Mas valeu pela parceria, pela turma, nós nos divertimos naquela cidadezinha não das melhores e naquele frio danado que estava por lá, fotos têm pra contar história! Vi colegas que não via fazia um tempo e no meio disso tudo, ainda vou ir pra Alegrete na quinta e poder ficar lá uns bons dias, e estudar aqui pra sair bem em Física. Pois é... Perdas e ganhos.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

terça-feira, 17 de abril de 2012

Além da expectativa...

            Ultimamente tenho superado minhas próprias expectativas, estou conseguindo aos poucos coisas que eu almejava e jamais esperaria que fossem acontecer tão rápido. Semana passada fui selecionada para reportagem na TV Campus, estou muito feliz, porque desde que entrei na UFSM tinha planos de um dia ser repórter só não imaginava que seria logo no primeiro semestre. Ainda tenho muito a aprender mas já está sendo uma das melhores experiências de minha vida, mais uma vez tenho a certeza de estar no curso certo e que a profissão que escolhi seguir trará muitas recompensas.  
            As aulas...algumas são só teorias e parecem não ser interessantes, mas de certa forma eu já sabia que no começo tudo seria assim, nem por isso deixo de gostar do que estou fazendo. Saudade... Ah saudades! não vou negar que sinto muita saudade dos meus pais, das minhas antigas amigas, porém posso afirmar: aqui eu tenho grandes amigos que me ajudam a esquecer um pouco do quão longe estou de casa. Parece que quanto mais coisa tenho para fazer, mais me sinto melhor, não tenho tempo para nada mas não reclamo, porque eu realmente estou muito feliz por tudo que estou fazendo. 
           Adaptação, é a palavra que defino a postagem , tudo é uma questão de adaptação,  faz pouco tempo que estou aqui, mas parece que faz anos que estudo na UFSM, que tenho os mesmos amigos, que moro nesse apartamento. Tudo tem um tom muito familiar. Por fim peço desculpas por não ter postado muito, mas é que as provas estão aí e preciso ler vários livros,e ler e-mails, e ajeitar a casa, e... enfim preciso de descanso também. Desejo a todos uma ótima semana e jamais esqueçam a força que cada um de nós temos nesse mundo, pois tudo que desejamos e é claro batalhamos por isso, certamente conseguiremos alcançar. Estou a caminho de me tornar jornalista e uma repórter de respeito, enquanto isso aproveito cada minuto dessa maravilhosa viagem universitária.

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Bio ;)

Boa tarde! Faz muito tempo que eu penso em postar algo relacionado as minhas aulas, faculdade e tudo... 

             Hoje tivemos aula prática de Bilogia Celular e observamos células bucais ampliadas no microscópio óptico. Foi possível visualizar algumas organelas como membrana plasmática, citoplasma e núcleo. Aí está:






Pode não parecer grande coisa (rsrsrs), mas o curioso é que essas células se encontram dentro de nossas bocas e nem imaginávamos que visualizá-las ampliadas seria dessa forma.  


  Semana passada observamos uma planta utilizada em aquários, a Elodea:


Ampliada m 400 vezes, é claro! Ela não passa de uma folhinha minúscula quando vista a olho nu. Foi possível visualizar os cloroplastos que são responsáveis pela fotossíntese, membrana plasmática e parede celular.
Depois de cada visualização, temos que escrever relatórios sobre o que foi visto na aula prática.


 



Eu estou adorando tudo e cada vez mais tenho a certeza que estou no curso certo! :D Sexta-feira tem a primeira provinha básica... Química, pra estrear bem as atividades! hahaha Estudos e estudos, então!
 
  Beijãoo e obrigada por nos acompanharem. ;)

domingo, 15 de abril de 2012

100 anos

Em 15 de abril de 1912, o Titanic naufragava após se chocar contra um iceberg.

Os sobreviventes deixaram o barco que afundava às 2h05 do 15 de abril de 1912, e o transatlântico se rompeu e afundou às 2h20, causando a morte de 1.517 pessoas.
Uma cerimônia no cemitério de Halifax, no Canadá
, celebra as 121 vítimas da tragédia que estão enterradas ali, um terço delas sem identificação. 




quero ver. mimimi :(
"Tenho tudo que preciso bem aqui. A vida é uma dádiva e não pretendo desperdiçá-la. Nunca se sabe o que virá a seguir. É preciso viver a vida quando ela se apresenta." (Jack - filme Titanic)

Fique por dentro do Titanic: http://g1.globo.com/platb/100-anos-titanic/

sábado, 14 de abril de 2012

É o que é






"O tempo é muito lento para os que esperam
Muito rápido para os que tem medo
Muito longo para os que lamentam
Muito curto para os que festejam
Mas, para os que amam, o tempo é eterno."

William Shakespeare

domingo, 8 de abril de 2012

"Liga das Florestas"

          Gente, aqui do lado tem uma petição do Greenpeace em prol do Desmatamento Zero. É meu dever como jovem cidadã e futura bióloga promover a divulgação de causas desse tipo. Conto com a colaboração de vocês,  para arrecadarmos assinaturas!

Beijão, e desde já agradeço!

sábado, 7 de abril de 2012

Dia do Jornalista!

           "Um dia eu quis ser jornalista. Estar próximo dos espaços de poder, saber as coisas antes dos outros, ter oportunidade de viajar, correr o mundo, poder escrever livremente, “pôr a pena na ferida”, como dizem os franceses. 
           Um dia quis trabalhar num jornal. Divulgar bem alto minhas opiniões, meu modo de ver o mundo, meu protesto... Eu estava banhado do sentimento oceânico. Acreditava, cartesianamente, que minha consciência era o centro do mundo e que o planeta girava porque eu assim o desejava. Muitos quiseram ser jornalistas pelos mesmos motivos. Especialmente hoje em dia, quando televisões, jornais, emissoras de rádio, canais da internet funcionam para nos projetar, para que tenhamos a ilusão de realizar algo, de abandonar nossa existência insignificante...
           ...Por isso, jornalista é um ser especial, nascido para isso e talhado para o trabalho duro. Por ideal e por gosto. Porque acredita que, embora reconhecendo todas as ilusões da profissão, mesmo assim, encontra sentido nela. E vê, além disso, uma nobreza singular em servir de intermediário entre o poder e o povo, entre as classes abastadas e a plebe rude, entre a justiça e a injustiça." M.F.


Faço das palavras desse autor, as minhas. Resume exatamente o que penso e sinto sobre ser JORNALISTA.

Faz bem!

Também tenha gula por livros!

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Apenas alegrias...


      Olha eu ando pensando seriamente em escrever um livro, porque cada coisa que anda me acontecendo que até acho que venho de outro mundo. É impensável passar por tantas histórias em um dia só e conseguir tirar proveito de todas elas, ou pelo menos tento. Na verdade eu só sei que me divirto com cada uma das situações cotidianas, as vezes parece que nada dará certo, e realmente não dá certo. E de repente quando achamos que nada mais vai acontecer, coisas boas acontecem. Esse dia foi simplesmente sem palavras, tomei banhos e banhos de chuva, peguei o ônibus errado, almocei um xis não dos melhores, pechinchei um táxi mas por fim consegui chegar a tempo de pegar o ônibus rumo ao Alegrete. Muitas coisas acontecem pelo mundo e me sinto profundamente desatualizada, pois assistir televisão não é uma atividade para estudantes universitários (sem tempo). Mas aproveito essa postagem para comunicar mais uma vez a minha real felicidade com tudo que está acontecendo, uma coisa ali, outra coisa aqui, e tudo vai se encaixando ao fim. Não vejo a hora de rever meus amigos antigos, mas que estão sempre presentes em minha vida. Aprendi muita coisa em um mês, amores passam, angustias passam, medos passam, até mesmo a saudade passa, mas o desejo de seguir em frente, de vencer cada obstáculo (por menor que seja) esse tem que permanecer. Mesmo que pareça impossível, tentar é o mínimo para quem deseja um dia SER FELIZ.

terça-feira, 3 de abril de 2012