sábado, 4 de fevereiro de 2012

Os padrões físicos

            O corpo é o bem maior que o homem possui, por isso ele tem a responsabilidade de cuidá-lo para se sentir melhor e, consequentemente ter um bom relacionamento na sociedade em que vive. Com os avanços tecnológicos e a vida ocupada, muitos problemas de saúde agravaram-se como : o estresse, a hipertensão, o diabetes, e lá se vai uma série de doenças.
            A definição de corpo saudável varia de acordo com cada um, porém a sociedade moderna impõe certas "regras", as quais a maioria da população tenta se adequar. O que é completamente errado e causa mais danos à saúde. O principal fator que deve ser levado em consideração é a autoestima, pois ela é que determina boa parte da "saúde" psicológica. Gostar de si mesmo é um grande passo para a cura de muitas doenças e é claro para o bom convívio no meio social. Devemos procurar melhorar nossa alimentação de acordo com o que o nosso corpo necessita. Fazer atividade física, sair com os amigos, viajar, é uma boa sugestão para amenizar os problemas tanto da saúde física quanto da psicológica, pois ambas interligam-se. A meu ver corpo "perfeito" não existe, mas o mais próximo disso é aquele em que a pessoa se sente bem alegre e que a aparência pouco importa, pois o que vale é o sentimento interior do indivíduo. 
             O importante é que não comentam exageros e que cada um saiba dosar os exercícios de acordo com o seu metabolismo. Afinal podemos viver bem e em harmonia com nosso corpo na medida certa. Não podemos deixar que as influências sociais e midiáticas ponham em risco a saúde da população. O que importa não é o tipo físico e nem o corpo que a pessoa tem, seja ela magra ou gorda, o que mais devemos prezar são os valores que cada um carrega em si. A solução é deixar de lado os padrões e nos aceitarmos como somos.

Um comentário:

  1. Interessante essa postagem meninas, eu acredito que hoje em dia a ditadura da moda, beleza e afins, está muito nos meios de comunicação... Isso enfraquece a auto-estima das pessoas, que se acham fora desses padrões, que acabam se segmentando mais dentro da sociedade.
    Sempre me recordo de uma frase simples, porém muito importante, presente na comunicação visual, para o que diz respeito a adornos, paquetes e lantejoulas... "O menos é mais."

    Um beijo enorme meninas!

    ResponderExcluir