sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Estou de volta II

                Aqui estou eu meu Alegrete... (hehe) como é ótimo voltar para casa depois de uma temporada descansando. Ou eu sou fanática demais ou poucos se importam com esses pequenos detalhes, pois então confesso que me dá uma sensação prazerosa quando sinto o ar da minha cidade, da minha casa. Estava morrendo de saudade dos meus pais, minha casa e das amigas então nem matei a saudade ainda. Tenho muitas histórias da praia, fui a Tramandaí passei 10 dias lá, me diverti, descansei , "limpei" a cabeça descansei muito, pois sabia que a vida me esperava aqui. Daqui a uma semana estou de mudança e tudo vai mudar, não sei se me acostumo ou se sinto mais saudades ainda, mas sei que nessas horas mais que nunca precisamos ser firmes e acreditar que tudo vai dar certo. É tudo novo denovo. Quando converso com minhas amigas e elas me falam que tudo está dando certo, que arrumaram já um lugar para morar, passaram na faculdade e sinto uma energia boa. Cada uma em sua profissão distinta mas unidas pela amizade. Acredito também em fé, e que se perseguirmos um objetivo o dia todo, é quase impossível não alcançá-los e não precisa ler  O Segredo(o livro), nem fazer terapias, o poder   da perseverança funciona mesmo, basta acreditar e seguir em frente. Essas férias vieram em uma ótima hora e só me trouxeram bons ares, agora desejo a todos os leitores que 2012 seja maravilhoso cheio de energia e força para aguentar o que vier, porque afinal TODOS nós somos fortes e capazes de chegarmos onde quisermos.

Muito sucesso a todos e continuem nos acompanhando!
Beeijos
Kelem

Um comentário:

  1. 'Quem sabe esse não seria o destino do ser humano? Qual? Ah é, explicarei. O ser humano precisa de vivências, experiências, riscos, vitórias e por incrível que pareça derrotas, assim se dá o aprendizado. "O mar da sabedoria se dá a partir de cada gota de tortura da burrice", deves ampliar teus horizontes, conhecer novas pessoas, novas coisas, novos amores, mas sem esquecer da tua terra. Já comentei que sumo, viajo, me perco, me escondo, até de mim as vezes, mas quando vejo o Jarau fico mais faceiro "que gordo de camiseta nova" Hehe... Limpe, preencha, limpe denovo, e então preencha novamente, não se acomode, se tudo estiver no lugar, cuidado, tem algo errado... Seja como o Raulzito já nos alertava "Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião sobre tudo".

    Seja bem vinda novamente sua linda!

    (...)Quando olho pra trás me vejo,
    quando olho pra frente te vejo,
    na ciranda feliz nos vemos
    quando estou com você o tempo não vejo.
    (Trecho do poema 'Os Ventos do Tempo' de Fabiano Eduardo)

    Um beijão Kelem :D

    ResponderExcluir